• Posted by : Thiago Leão Acordado BLOG sexta-feira, 6 de novembro de 2015

    OCCUPY

    Um tal de Kaká fez esse comentário no site do pha:
    "Mas, a justiça foi criada a longa data pela classe dominante para garantir seus (em tese) direitos contra os que (supostamente) se insurgiam contra os direitos adquiridos. Direito a propriedade é um grande exemplo. Difícil entender o direito estendido a toda a classe d, e, f ...z. O "direito", como matéria, dá ao rico o poder sobre bens, em detrimento de outros que não o tem (pobres). A Justiça mantém esse poder e as instituições (MP, PF, Justiça (juizada)) são as "promotoras" dessa justiça. A classe média nada mais é que um bando de neo-ricos que se acha no direito de ter o que os ricos e podres de ricos sempre tiveram. Ledo engano. São massa de manobra igual os de baixo, só que com salários maiores, bancados pelo estado para manter o chamado "establishment". A chamada classe "média" são contemporâneos, mas a cabeça e o pensamento estão na idade "média" (época 500 d.C. – 1500) - daí o nome - e as ações comprovam isso, através de masmorras, torturas, prisões ilegais, onde o preso confessa algum crime e morre com uma morte menos sofrida, mais "justa". É uma luta de classes, entre meia dúzia de dominantes, ou até uma dúzia - que mantém as instituições como se democráticas fossem - em detrimento da massa escrava que se acha livre porque vota, tem pão (cesta básica) e circo (brasileirinho da globo). A gente só tem que definir de que lado está, se vamos todos fazer concurso e virarmos juízes, promotores e dar carteirada às 23h30m nas residências, ou se vamos ser subservientes ao grande Leviatã."

    Outro comentário bem lúcido no site do nassif:

    A economia global dificilmente vai penetrar com opções “novidosas” no coração de bilhões de consumidores de varejo, através de gente conservadora (econômica ou religiosamente), normalmente militante de direita, mas sim entra - com tudo - no coração, no bolso e até no sexo dos “modernosos” esquerdistas, aquela esquerda que a direita gosta.
    Em compensação, aqueles militantes de direita são a 5ª coluna do 1º mundo, úteis para a entrega submissa dos seus respectivos países para a economia global, para tirar dinheiro das economias locais rumo a paraísos fiscais, e para consolidar a dominação dos grupos de poder econômico multinacional sobre nações ainda sem consciência nacional. O paradoxal é que são exatamente eles os que usam a bandeira do Brasil para expressar a rendição incondicional da sua própria nação.
    A esquerda que a direita gosta, além de seguir “a moda” e correr para o shopping, como cordeiro, também não defende o seu país, pois é uma esquerda comportamental e ingênua, uma esquerda de mudança radical de valores sociais e culturais, influenciada por ideologias engarrafadas na publicidade e no consumo, sem conceito claro de nação, de família e, cada vez mais, sem noção sequer do seu próprio sexo. Trata-se de uma torre de babel comportamental e cultural que neutraliza o povo e joga uns contra os outros.
    E o fim da picada chamar de união estável a uma suruba temporária entre três mulheres. Também é o fim da picada ver que na TV, a luta pelo IBOPE, se trava entre a Globo - cartão postal da globalização econômica - contra uma novela bíblica, que é a resposta do telespectador mais pobre, mas também habilmente canalizado pela pista direita do espectro político. Isso nos espera na próxima eleição? Comentarista de TV contra pastor?

    Quem encontrou essas relíquias foi meu amigo contribuinte Lôh, o contato dele se encontra aqui no blog, o blog dele é o http://oanoitecerdasestacoes.blogspot.com.br/

    0 comentários

  • Translate

    O Leão Já Não Dorme Mais

    Copyright © 2013 - Nisekoi - All Right Reserved

    O Leão Não Dorme Mais Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan